Apresentação: Os Homens que não Amavam as Mulheres

“Os homens que não amavam as mulheres” é o primeiro livro da série Millennium do autor Stieg Larsson. A série já é um sucesso mundial, e existem até mesmo versões cinematográficas da obra. Um dos fatores atraentes no enredo é o comportamento dos personagens. Todos eles possuem seus traumas, suas falhas e lutam em agir de acordo com a moral e o honrado o tempo todo. Não há uma utopia sobre o ser humano. Ele é apresentado de modo cru e real.
A história é narrada em terceira pessoa e conforme a sinopse nos conta, a trama gira em torno de dois personagens, Mikael Blomkvist e Lisbeth Salander. Mikael é um jornalista e dono da revista Millenium. Um homem com aproximadamente quarenta anos, um bom vivant. Lisbeth é uma hacker habilidosa, cheia de piercings e tatuagens. Sua aparência serve como uma proteção, para manter todos o mais distante possível. A verdadeira história por trás de todos os seus mecanismos de defesa é de tirar o fôlego.

“Embora estivesse perfeitamente a par do papel do SOS-Mulheres, nunca lhe passou pela cabeça utilizar esse recurso. Para ela, esses centros de apoio destinavam-se às vítimas e ela nunca tinha se considerado como tal. Portanto, a única boa alternativa que lhe restava era agir como sempre agira – resolver ela mesma seus problemas.” (p. 219)

Os dois irão se envolver com a família Vanger a pedido de Henrik, o patriarca. Uma antiga e poderosa família cheias de segredos, e que, alguns de seus membros não veem com bons olhos essa investigação extra-oficial que os protagonistas estão realizando. Mikael e Lisbeth querem descobrir o que aconteceu com Harriet, a herdeira dos Vanger que desapareceu misteriosamente em 1966. Apesar de ser um “cold case” (passaram-se quarenta anos desde o desaparecimento de Harriet), as descobertas são assustadoras e tenebrosas.

“- Mikael, faça perguntas depois, mas quero que acredite na minha palavra quando digo que detesto a maioria dos membros da minha família. Ela é principalmente formada por trapaceiros, aproveitadores, fanfarrões e incapazes.” (p. 86)

Os títulos dos capítulos são as datas dos acontecimentos. É através deles que vemos quando tudo está acontecendo.
Stieg Larsson conseguiu passar para o papel atos vis de pura brutalidade, causando um impacto nos leitores.
Os primeiros capítulos do livro são um pouco mais lentos e arrastados, pois o autor vai apresentando o cenário e os personagens. Toda essa “preparação” deixa o leitor na expectativa pelos desdobramentos que irão ocorrer adiante.
A escrita do autor prende a atenção. As descrições, os cenários, os diálogos, o conjunto da obra é intrigante.
Com o lançamento do quarto livro da série, a Companhia das Letras lançou uma nova edição, que está impecável. Revisão, diagramação e layout foram muito bem feitos e a capa está mais sutil, porém chama a atenção.

Blog Acordei com Vontade de Ler.

5,0 de 5 estrelas 
Por Carolina
Formato: eBook Kindle

“amazon”


 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *